Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




6

por Manuel Reis, em 23.04.14


A história de Ryan Giggs é, no mínimo, uma das histórias mais românticas do futebol moderno. Senão vejamos: 40 anos (fará 41 a 23 de Novembro), a jogar ao mais alto nível desde 1990, com todos os títulos que podia ganhar enquanto jogador de clube, a honra de capitanear uma equipa de futebol da Grã-Bretanha (nos Jogos Olímpicos de 2012), uma disciplina de aço (só foi expulso uma vez, num jogo da selecção Galesa) e um exemplo - talvez o exemplo maior - para qualquer aspirante a jogador de futebol. Hoje, ao acordar, reparo que David Moyes foi despedido do Manchester United (algo que já se estava a adivinhar há muito tempo) e que... Giggs foi nomeado treinador interino do clube, ao mesmo tempo que continua a ser jogador. O futebol moderno já não tem destas coisas, pensávamos nós. E eis que, mesmo que seja interinamente e por pouco tempo, um dos melhores jogadores de sempre do futebol inglês se torna jogador-treinador do seu clube do coração. Uma história romântica no meio de um desporto cada vez mais calculista.
Share on Tumblr

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 01:28





Inscrevam-se na MEO Cloud, ganhem 16GB de armazenamento e mais 512MB porque clicaram neste link!

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D